Serra sobre Ciro: ‘Suspeito que seja um caso clínico’

  Folha
José Serra e Ciro Gomes têm pouca coisa em comum além de terem coabitado o PSDB e de terem sido impedidos pelo eleitor de chegar à Presidência da República.

Hoje, representam dois tipos semelhantes de ostracismo, ambos dedicados a projetos presidenciais rejeitados pelos respectivos partidos.

No mais, querem ver a caveira um do outro. Na semana passada, falando ao repórter Fernando Rodrigues, Ciro fustigou Serra.

Acusou-o de conspirar na Constituinte de 1988 contra a Zona Franca de Manaus, o Nordeste e o Centro-Oeste.

Nesta segunda (21), Serra pendurou em seu blog uma resposta. Depois de desmentir Ciro, anotou:

“…A verdade está de um lado, Ciro Gomes está de outro; de um lado, estão os fatos; do outro, a imaginação fértil deste senhor, especialmente quando se refere a mim…”

“…Às vezes, suspeito que seja um caso clínico.”

Ciro costuma dizer que fala mal de Serra porque o conhece do ninho tucano, que frequentou antes de mudar-se para o PPS e, depois, para o PSB.

Considerando-se as juras de ódio eterno, a dupla parece encenar um tipo de divórcio incomum na política: irreconciliável. Viverão separados até que a morte os junte.

– O blog no twitter.

Escrito por Josias de Souza às 17h28

Anúncios