Respondendo  teu questionário: 1-O câncer já é hoje a segunda causa de morte no nosso Estado; Há ainda uma tendência crescente de incidência desta  doença pelo envelhecimento da população e pela maior exposição a fatores de  risco; como exemplo cito as mulheres que cada vez tem prole menor, engravidam mais tarde na vida(após 30 anos), usam abusivamente  anticoncepcionais hormonais, amamentam pouco, levam vida sedentária, abusam de álcool,  tornam-se obesas todos estes reconhecidos com fatores associados a maior frequência da doença; o  fato mais grave é que pelo desconhecimento dos sintomas iniciais ou por medo,  a maioria só procura assistência médica em fase avançada; isto leva abaixo índice de cura e aumento das mutilações.  A Secretaria de Saude do Ceará preocupada com estes  problemas criou o Comitê Estadual que atualmente coordenamos na sede do GEEON; 2- O GEEON(Grupo de educação e estudos oncológicos), é uma organização não governamental, criada há mais de vinte anos por médicos, professores da rede pública, empresários, profissionais de saúde, e estudantes, com o objetivo de difundir na comunidade os conhecimentos necessário para o reconhecimento da doença e realizar pesquisas para o melhor  entendimento do câncer. Desde sua criação coordenamos estas atividades e nossas pesquisas tem hoje reconhecimento de toda comunidade de saúde inclusive no exterior. 3- Entre as pesquisa de maior sucesso o¨ Projeto Iracema¨, que recebeu este nome para homenagear aquela que foi a grande avó  dos cearenses  poeticamente criada por José  de Alencar; acreditamos também que a endogamia provocada pela miscigenação do nosso povo centrada  na mulher índia e  na  consanguinidade de nossas famílias explique o aumento da incidência do câncer de mama em nossas  mulheres principalmente entre aquelas com idade inferior a quarenta anos; o projeto inicial abordou a população do entorno do Hospital das Clínicas(Bairro de Rodolfo Teófilo) e constou de entrevistas prévias das mulheres com idade acima de quarenta anos, pesquisando-se os fatores de priorizando-se as mulheres de maior risco para realização de mamografias de rastreamento.  A proposta se estende hoje a outros bairros de fortaleza e algumas cidades ddo interior; Pedro Almino um médico de excelente formação aderiu a esta estratégia e a aplica na população  de nossa cidade aqui duplamente homenageada. 4- Gostaria de acrescentar que me sinto feliz de falar para o  povo de minha terra querida e que estou a disposição dos Iracemenses para ajudar no que for possível

—–Mensagem original—– De: Pedro Almino [mailto:pedroalmino06@gmail.com] Enviada em: terça-feira, 4 de setembro de 2012 12:12 Para: luizgporto@uol.com.br Assunto: entevista

Anúncios