Delação de Andrade Gutierrez confirma R$ 150 milhões de propina em Belo Monte

Delação de executivos da Camargo Corrêa já havia apontado propina de 1% na Usina de Belo Monte

Ricardo Brandt, enviado especial a Curitiba, Julia Affonso e Andreza Matais

07 Abril 2016 | 16h37

Belo Monte. Foto: Sergio Castro/Estadão

A delação premiada dos executivos da Andrade Gutierrez aponta pagamento de cerca de R$ 150 milhões em propina na obra da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. O valor é referente a um acerto de 1% sobre contratos. O dinheiro teria como destino o PT e o PMDB e agentes públicos ligados às legendas.

Anúncios